Fale Conosco

RECEBA O CONTATO DE UM ESPECIALISTA DA FILIAL MAIS PRÓXIMA DE VOCÊ:


A integralização capital social consiste no ato que determinado sócio cumpre com a obrigação de contribuir para a formação do capital social da empresa.

Entende-se como capital social os recursos investidos pelos sócios para a constituição da empresa, incluindo bens e dinheiro que serão utilizados para formar o patrimônio da sociedade.

Para criar esse capital social, é preciso conferir os valores e listar os bens ou créditos que foram destinados para criação da empresa. Para isso, cada sócio deverá subscrever suas quotas de capital para então esses bens serem integrados.

Pelas leis brasileiras, uma sociedade só nasce pela formação do seu capital social, tornando a instituição em uma unidade econômica organizada, logo, podemos afirmar que capital social é o primeiro patrimônio de uma sociedade.

Para formalizar tudo isso, é preciso contar com o apoio de uma empresa de contabilidade que irá direcionar todas as ações referentes à abertura dessa sociedade, começando pela lista de bens e valores que serão utilizados pelos sócios para a formação da sociedade.

A subscrição dos bens, a integralização capital social e todos os contratos necessários devem ser escritos por quem entende desse trabalho e nós poderemos te ajudar nesse sentido.

Como especialistas, cumprimos com todas as determinações legais que este tipo de trabalho exige, protegendo os sócios envolvidos de quais processos que podem ser gerados pela falta de documentação durante a indicação do capital social de uma empresa.

Quais as formas de integralização capital social?

A integralização capital social é formada, como já mencionamos, através de dinheiro ou bens dos sócios. Utilizar dinheiro acaba se tornando a forma mais simples de realizar essa ação, bastando entregar a quantidade estipulada por cada uma para o caixa da sociedade. Nesses casos é gerado recebidos para comprovar a doação dos valores.

Mas quando falamos em bens como automóveis e imóveis, o procedimento fica mais complexo, exigindo assim a transferência desses bens para o nome da sociedade. Automóveis, por exemplo, devem ter seus documentos modificados junto ao DETRAN. Títulos de crédito, por sua vez, passam pela integração através do instrumento de cessão de direitos.

Imóveis devem passar pela operação de transferência com a simples tradição (efetiva entrega) para compor o patrimônio da empresa. Isso se dá pela escritura pública para incorporação do bem.

Podemos te ajudar a realizar toda a integralização capital social e formalizar a sua sociedade, para isso, entre em contato conosco e fale do seu interesse por este produto. Contratando nossos serviços, vamos tirar todas as suas dúvidas e iniciar o processo com total transparência e agilidade.